Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

We fashion

“Style is a way to say who you are without having to speak.” — Rachel Zoe

“Style is a way to say who you are without having to speak.” — Rachel Zoe

Rubrica IN and OUT // Vendas por catalogo

Cada vez mais se vê as marcas de vendas por catálogo a entrar nos vários mercados nacionais.

Marcas como Avon, Oriflame, LR ou Yves Rocher estão a alargar as suas e a criar novas linhas de maquilhagem, produtos de higiene, complementos alimentares ou mesmo acessórios.

No meu caso utilizo não só maquilhagem como produtos de limpeza e tratamento de corpo e sou franca não troco por nada.

catalogooriflameonline.png

 

IN

 

Variedade: Tudo num único catálogo. Várias gamas desde a mais acessível a gamas mais caras que competem com as grandes marcas de cosmética.

 

Escolha: Existe para todos os gostos e todas as carteiras.

 

Comodidade: Comprar sem sair de casa e a revendedora entrega em mão (na maioria das vezes).

 

Oportunidade: A quem está interessado de fazer negócio e ganhar alguma percentagem com as vendas – o lucro varia consoante a marca/produto/tipologia.

 

Campanhas: Todos os meses vários produtos são colocados em promoção para dar a oportunidade a quem tem menos dinheiro de comprar os produtos das gamas mais altas a preços acessíveis.

 

Formação: Este tipo de empresas aposta cada vez mais na formação dos seus colaboradores para que também estes possam prestar um bom serviço ao cliente final.

 

OUT

 

Testar: Numa compra por catálogo é impossível testar o produto antes de pagar e receber. Caso o mesmo não fique bem não há possibilidade de devolução do mesmo.

 

Cores: Muitas vezes as cores que são apresentadas nos catálogos acabam por não corresponder completamente à realidade – no caso das bases e batons é onde faz maior diferença.

 

Publicidade: Cada vez mais as revendedoras aparecem nos grupos e blogs a fazer publicidade às marcas e acabam por se tornar incómodas.

 

Workshops:  De auto-maquilhagem em que não nos é “informado” que os produtos são de uma marca exclusiva (oriflame é a que mais faz estas formações)  apenas que “o valor pago reverte depois em produtos” e no final somos aliciadas a juntar-nos à equipa “sem compromissos”.

 

Stock limitado: Nos artigos em promoção – sobretudo aquelas super promoções que avisam logo “limitada ao stock existente” – se a revendedora deixar atrasar a encomenda a probabilidade de não receber é elevada.

Angariação nas redes sociais: Esta tem sido de todas a que mais me incomoda. O facto de estar constantemente a receber mensagens de revendedoras a aliciarem-me a fazer parte da equipa ou a tentarem “impingir” os produtos. Eu percebo que as revendedoras ganham percentagem por cada nova pessoa que conseguem angariar para a equipa e que ganham a percentagem na venda de produtos mas é por demais. Confesso que já deixei de questionar sobre determinados assuntos em vários grupos/paginas porque sei que vou ser “atacada” com comentários de revendedoras.

 

 

Tirando isto até tenho hábito de comprar bastantes coisas desta forma e raras vezes me arrependi da minha compra.

2 comentários

Highlights